Nanda Lacerda: Fofoca nossa de cada dia.

Fofoca nossa de cada dia.

Em tempos em que todo mundo fala o quer, poucas pessoas parecem preocupadas com o que estão dizendo por aí. É certo que a fofoca e a calúnia sempre fizeram parte da história da humanidade. mas a novidade do seculo 21 é que a falta de responsabilidade com as palavras ganhou proporções gigantescas- e perigosas- na internet.
Pessoas de todas as idades se sentem cada vez mais a vontade para fazer xingamentos e ameaças no meio digital. Durante as inaugurações do Templo de Salomão, por exemplo, muitos fizeram questão de disparar ofensas contra a Universal e seus membros, mesmo sem argumentos ou informações confiáveis.
Os ataques na internet não se restringem á Universal ou aos cristãos. No Brasil e no no mundo, redes sociais como Twitter e Facebook estão se tornando território livre para todo tipo de ofensas. Sites, redes de relacionamentos e blogs estão cheios de comentários raivosos e acusações sem provas contra colegas de trabalho, familiares, vizinhos, ex-companheiros, políticos, empresas e celebridades.
O desejo de falar mal de outras pessoas esconde insegurança e sofrimento.
Apesar da força destruidora da mentira, poucos difamadores sabem que também podem ser vítimas do próprio veneno. quem abre a boca para falar tudo o que quer está sujeito a um processo na justiça: proferir xingamentos, acusar alguém falsamente de ter cometido um crime ou difamar uma pessoa são atitudes que podem ser enquadradas como crimes contra a honra, de acordo com o cod penal Brasileiro( Tenso...) 
Em tempos em que todo mundo fala o quer, poucas pessoas parecem preocupadas com o que estão dizendo por aí. É certo que a fofoca e a calúnia sempre fizeram parte da história da humanidade. mas a novidade do seculo 21 é que a falta de responsabilidade com as palavras ganhou proporções gigantescas- e perigosas- na internet.
Pense antes de falar qualquer coisa.
Além disso, xingamentos estimulam o rancor e o ódio, sentimentos prejudiciais a saúde física e para o espirito de qualquer pessoa. Afinal, como alguém poderia alcançar a paz e realizações se sua boca diz exatamente o contrário?  Essa é a parte que mais gosto! O desejo de de falar mal de outras pessoas também esconde sofrimento e problemas mais profundos. Aqueles que escolhem o caminho da difamação revelam falta de argumentos, desonestidade, insegurança e inveja. Mesmo quem profere xingamentos com justificativa de se defender erra ao usar a mesma estratégia dos caluniadores. Diante dr injurias, a opção mais sensata os próprios valores. As vezes basta se afastar do caluniador ou silenciar para que os ataques sejam interrompidas. Controlar a língua não é tarefa fácil. Boa parte dos seres humanos, em algum momento da vida, já deve ter falado mal de alguém ou ao menos desejado dizer alguma palavra maldosa. Entretanto, do pensamento a materialização da palavra existe um pequeno espaço de tempo em que é possível refletir, mudar de opinião ou simplesmente se calar. O desafio para nós é fazer com que a língua cumpra seu próprio objetivo mais nobre: semear a paz.
Fonte:Folha Universal

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente! exponha sua opinião, fique a vontade. O blog é feito por você.

Random Posts

Games

Posts Recentes